CIRURGIA CARDÍACA: EM QUE MOMENTO INICIAR A FISIOTERAPIA?

Você provavelmente já se perguntou qual o melhor momento de se iniciar a fisioterapia quando se fala em cardiopatias. Pois bem, esse artigo vem para ajudar você paciente a esclarecer dúvidas de como a Fisioterapia pode lhe auxiliar no período que antecede o procedimento cirúrgico e fase Pós Operatória.

A reabilitação cardíaca é implementada de forma individualizada e progressiva através de treinamento aeróbico e de força, visto que os procedimentos cirúrgicos torácicos na maioria das vezes promovem alteração da mecânica respiratória. Com base nisso, a fase Pré Operatória, é o momento em que o Fisioterapeuta irá avaliar as capacidades e funções pulmonares, bem como dispor de orientações perante mobilidade, exercícios respiratórios e de membros, a fim de reduzir complicações como pneumonias, atelectasias e permanência hospitalar. Atribui-se que a mesma seja iniciada à 30 dias antes do procedimento cirúrgico, e as prescrições recomendadas devem ser seguidas a risca, pois isso fara a diferença no processo de reabilitação.

Dada à realização da cirurgia, o inicio dos exercícios respiratórios devem ser prosseguidos, sendo englobados gradativamente atividades que trabalhem pequenos grupos musculares e consecutivamente os membros. É importante ressaltar a necessidade da presença do profissional durante a execução dos movimentos, pois a intensidade dos mesmos é guiada por meio de escalas que avaliam dificuldade para respirar, tontura, alteração visual e fadiga, assim como frequência respiratória e cardíaca.

Conforme o paciente avança no processo de reabilitação, há um incremento das atividades em piscina terapêutica e Pilates, mas sempre com a supervisão de um profissional especializado.

Em casos de dúvida entre em contato com a Equipe IJO!


Drª Franciele Novak



10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo